7 de agosto de 2011

A Poliana morreu. Ou está de férias...

 

A Poliana que existe dentro de mim sabe-se lá por onde anda. Desejo realmente que não tenha morrido definitivamente e esteja apenas dando um tempo. Por que eu vou te contar: eu estou muito insuportável!!!

- sem paciência com nada e com ninguém;
- tolerância zero;
- achando tudo e todos sem graça alguma;
- rezando para dormir e rezando para não acordar (meus sonhos sempre são muito mais legais e emocionantes que a vida real...);
- tentando conter a língua ferina que tem vontade de falar escancaradamente a verdade, doa aquem doer;
- enfim, com uma vontade enorme de explodir. E sinto realmente que isso vai acontecer a qualquer momento...

Eu gostaria muito de poder saber em que momento eu me perdi. Por que estava tudo muito bom e de repente...sei lá, penso que achar tudo ótimo e lindo não é normal também.

As pessoas me irritam, o mundo me irrita, eu me irrito. E como não posso me dar ao luxo (nem tempo tenho mais) de ter minha psicóloga semanal, o jeito é usar o blog para expor o que penso e tentar amenizar o péssimo momento.

Sorry...