12 de outubro de 2009

Sentimental eu sou (ou estou!)


Ando um tanto chorona ultimamente. Sem motivos sérios na verdade. Mas um pequeno grande motivo tem me deixado um tanto tristonha. Pois bem, a mulher durona, com coração de pedra (já ouvi tanto isso que quase acredito!) também chora.

Amor foi viajar, de férias. Serão 24 dias sem ele por perto. E serão 24 dias longos, praticamente eternos para mim. Disfarcei o tempo todo antes da viagem, cheguei a comentar que estava um pouco preocupada mas tudo bem, o roteiro da viagem é incrível e merecido por ele. O fato é que eu já sabia, antes mesmo dele partir, o quanto sentiria sua falta.

Passei uma semana preparando coletâneas de músicas nacionais e internacionais para ele seguir viagem, uma vez que ele está de carro. Quase enlouqueci mas o trabalho valeu a pena!!! Ajudei-o a arrumar a mala, dormimos juntos, trabalhamos no dia seguinte com as crianças no Centro, almoçamos e a hora de partir estava chegando. Na hora da despedida é que me veio a surpresa: chorei num abraço gostoso. Acho que ele ficou sem entender nada! E eu, que havia chorado em doses homeopáticas dias antes da partida, jurei que não daria esse fora. Mas não aguentei e deixei o sentimento vir à tona. Pensei: "sinto muito, o meu coração está apertado e sabe exatamente o que serão esses dias sem você."

É estranho, ficou um buraco, um vazio sem ele aqui. Agora eu choro e dou risada a cada mensagem, a cada e-mail, a cada telefonema recebido.

E vou riscando os dias da minha folhinha esperando ele chegar...

Nenhum comentário: