29 de setembro de 2009

Ah! Se eu encontro...

Ah! se eu encontro quem queimou o sutiã em praça pública porque queria igualdade de direitos entre homens e mulheres. Morte à ela! É o mínimo que eu desejo!

Eu quero saber quem foi essa infeliz, juro que gostaria de encontrá-la para voar em seu pescoço e esganá-la aos poucos.

Igualdade de direitos para quem? Juro que não consigo ver vantagem nessa besteira que ela fez. Ahhh, já sei: deve ser para quem tem babá, empregada, diarista, cozinheira, motorista e que, ou por milagre divino ou pai ou marido milionário (sim! rico não serve) tem a conta bancária recheada, portanto, não precisa se preocupar em prover sua família.

Hoje, por algumas boas (boas nada, péssimas!!!) horas eu desejei do fundo do meu ser alguém que viesse ao meu encontro e me falasse: "Querida, isso definitivamente não é trabalho para você. Deixa que eu faço, vá descansar ou se divertir um pouco. Você está merecendo!!!" Cheguei até a chorar, disfarçadamente, com o chaveiro que estava arrumando a p... de uma fechadura de uma janela basculante cujo nó era tão grande que nem Nossa Senhora Desatadora dos Nós daria jeito. Quem teve que usar seu cérebro super desenvolvido, paciência, reza para todos os santos para que a m... desse certo e com o choro entalado? Eu!!!

Quer saber? Estou com o saco bem cheio de ter que entender de pneus, troca de registro de botijão de gás (é que agora moro na roça, não tem gás encanado), troca de fechadura de janela basculante, lidar com peão em obra todos os dias, enfim...de me masculinizar. Eu nasci mulher PQP!!!

Eu, enquanto mulher, só perdi com essa tal igualdade. Além de ter as tarefas que são da minha natureza como manter a casa e roupas limpas, cozinhar, cuidar dos filhotes, trabalhos sociais, ainda tenho que lidar com o que é do mundo masculino.

Trabalho dobrado, triplicado, eterno...

3 comentários:

Gabriel disse...

Vixe... A coisa tá preta...
Coitada desta se te encontra...
Desculpe por ser um namorado "só" rico que não pode encher a sua conta corrente de dinheiro...rs
Mas, posso te dar uns beijinhos, carinhos e colinho sem ter fim...
bj

Ana Paula Britto disse...

Ok! Aceito os beijinhos, carinhos e solinho sem ter fim...Amo muito tudo isso!
Beijo

Ana Paula Britto disse...

Ops..."solinho" não, colinho sim!
beijo