7 de junho de 2009

Primeiro ano

Faz 1 ano que recebi o primeiro e-mail num final de semana aparentemente normal. Aparentemente, pois não sabia que o susto que tomei me levaria para algo maior. Chorei, com raiva de mim por ser tão tonta, relendo o e-mail várias e várias vezes. Ri muito também, pois os toques de ironia estavam presentes. E eu com essa super mania de não querer viver a vida sem mergulhar fundo, recusei um convite que só seria aceito uma semana depois, exatamente no Dia dos Namorados.
Uma semana depois...Para o primeiro beijo foi o tempo de um jantar. Do primeiro beijo para eu me apaixonar então, foi imediato.Pronto!!! Lá estava eu toda derretida pelo mocinho que se lembrava de mim quando ouvia a música Estrela do Gilberto Gil. Lá estava a minha armadura caindo por terra.
Se passou 1 ano e estou relendo os e-mails. E dessa vez não choro, apenas me delicio com o que já foi escrito.
Fazendo um balanço desse ano vivido juntos eu chego a um saldo positivo. As juras de amor, o amor vivido e sentido, as risadas e os momentos dolorosos compartilhados, as longas conversas e filosofias para deixar a relação melhor a cada dia.
E, às vezes, eu olho para o Amor e sinto como se fosse a primeira vez. Me dá até um frio na barriga numa mistura de felicidade e ansiedade. O mesmo frio na barriga de 1 ano atrás.
Aí eu percebo que estou me apaixonando por ele mais uma vez...e mais uma vez...e mais uma vez...

2 comentários:

Ma Britto disse...

ain mãe! que lindo! até chorei :'(

Gabriel disse...

êba!!!
E, sábado tem mais 1 ano para comemorar!!!

Beijo da porta de casa de 1 ano atrás!

Eu, o causador de frios na barriga e otras cositas más