13 de abril de 2009

Hoje



Hoje o coração está apertado. Está perdido, desorientado. Com vontade de ganhar o mundo e as pessoas, ao mesmo tempo que quer ficar quietinho esperando o tempo passar.

Hoje meu coração:

- Está com medo de todos os esforços serem em vão, de não surtir efeito nenhum.
- Está com medo que o trabalho de se manter em pé não seja recompensado.
- Está com medo de que suas demonstrações de amor e carinho não sejam suficientes para as outras pessoas.
- Está com medo de não conseguir colocar em prática tudo que que tem aprendido nos livros e nas palestras da Doutrina.
- Está com medo de ter mais medo do que fé.

Talvez seja legal então insistir na oração, no silêncio, na resignação.

E esperar essa fase passar...

Nenhum comentário: