14 de março de 2009

Crianças e idosos: algumas de minhas paixões

Dia de trabalho voluntário no Centro é, para mim, dia de glória. Sou, simplesmente, apaixonada pelo que faço, pelas crianças que evangelizo e pelos idosos que estão lá para receber comida, cesta básica e um pouco de conforto. Chego e já vou abraçando e beijando todos que estão ali esperando. Isso para mim é motivo de grande satisfação. E essa alegria toda vem do fato de eu ter descoberto a minha capacidade de doar amor para pessoas que não fazem parte da minha família ou amigos mais chegados. São pessoas que precisam sair de suas casas, muitas vezes sem dinheiro para pegar o ônibus, e vão até o Centro para receber comida e todo o tipo de doações.

Bom...as crianças (cuido dos pequenos até 8 anos) são minha paixão, sempre foram. Adoro os olhinhos curiosos em saber o que vamos conversar e brincar nesse tempo que estaremos juntos. E como nosso tempo é curto, a cada 15 dias, sempre peço à Deus que permita que eles levem alguma lição, algum ensinamento para suas casas e vidas. Para mim é muito importante fazer parte da formação dessas crianças.

Mas hoje eu recebi um presentão de uma das senhoras que frequentam a casa.
Fui cumprimentá-las e bater papo como sempre faço após o almoço e uma delas me disse:
- Filha, a comida é muito importante e nos faz muita falta. Mas o mais gostoso daqui é o amor e o carinho que a gente recebe de vocês. A pessoa que me trouxe até aqui, num sábado a vinte anos atrás, faleceu no dia seguinte. Ela me deu seu último presente.

Precisei me segurar para não explodir em choro ali mesmo. Somente respondi com os olhos cheios de água:
- A senhora pode ter certeza de que eu recebo muito mais de vocês do que eu dou.

Dei-lhe um beijo, um abraço apertado e saí.

Volto para casa com a sensação de dever cumprido e com gosto de quero mais. Eu quero mais!!!

Nenhum comentário: