19 de fevereiro de 2009

Nostalgia


Hoje presenciei uma cena que me fez nostálgica.

Na hora do almoço entrei na borracharia para consertar uma pequena avaria num dos pneus do meu carro e percebemos, eu e o borracheiro, uma leve discussão de um casal adolescente do outro lado da rua. Comentamos: "a briga tá feia!!!" Bom... a "briga" não durou mais que 10 minutinhos e logo os dois estavam aos beijos, abraços e carinhos. Se despediram e cada qual foi para um lado da rua.

Me lembrei da minha adolescência quando esperava acabar a aula para encontrar o namoradinho, dar um oizinho rápido e cada qual voltar para sua casa. E passar o resto do dia sonhando com o reencontro. Não existia o celular nem internet nessa época (sim, nasci no século passado) e a tarifa telefônica era caríssima. Portanto, o negócio era esperar o dia seguinte mesmo. E sonhar, sonhar...
Tudo escondido, claro! Imagina se minha mãe soubesse que cheguei atrasada para o almoço não porque o ônibus mudou o horário (essa era a história que eu contava!) mas porque eu havia perdido mesmo por conta do namorico.

Coisa mais gostosa de recordar...

Nenhum comentário: