25 de dezembro de 2008

Feliz Ano Novo! Feliz 2009!


Escrevo hoje pois ficarei ausente alguns dias.

Gosto muito de uma mensagem de Ano Novo de Carlos Drummond de Andrade que eu sempre leio nos finais de ano. Lá vai:

Receita de Ano Novo

Para você ganhar belíssimo Ano Novo cor do arco-íris, ou da cor da sua paz, Ano Novo sem comparação com todo o tempo já vivido (mal vivido talvez ou sem sentido) para você ganhar um ano não apenas pintado de novo, remendado às carreiras, mas novo nas sementinhas do vir-a-ser;
novo até no coração das coisas menos percebidas (a começar pelo seu interior)
novo, espontâneo, que de tão perfeito nem se nota, mas com ele se come, se passeia, se ama, se compreende, se trabalha,
você não precisa beber champanha ou qualquer outra birita,
não precisa expedir nem receber mensagens (planta recebe mensagens? passa telegramas?)

Não precisa fazer lista de boas intenções para arquivá-las na gaveta.
Não precisa chorar arrependido pelas besteiras consumidas nem parvamente acreditar que por decreto de esperança a partir de janeiro as coisas mudem e seja tudo claridade, recompensa, justiça entre os homens e as nações, liberdade com cheiro e gosto de pão matinal, direitos respeitados, começando pelo direito augusto de viver.

Para ganhar um Ano Novo que mereça este nome, você, meu caro, tem de merecê-lo, tem de fazê-lo novo, eu sei que não é fácil, mas tente, experimente, consciente.
É dentro de você que o Ano Novo cochila e espera desde sempre.

(Carlos Drummond de Andrade)

Então é esse o meu desejo: que todos nós façamos de 2009 um ano diferente em atitudes e ações, para assim, poder merecê-lo.

Bem vindo 2009!!!

Com carinho...

23 de dezembro de 2008

Feliz Natal


A festa mais esperada do ano está chegando: a comemoração do nascimento de Jesus, nosso irmão.

Então eu desejo que todos façam um instante de silêncio, acalmem os corações, mentalizem a imagem de Jesus e seus principais ensinamentos: o amor ao próximo e a caridade. Vamos emanar os sentimentos de Amor e Paz a todas as pessoas que estarão reunidas com suas famílias, nossos desafetos, as que se encontram nos hospitais, asilos, orfanatos, nas ruas e presídios. Que Jesus envie suas bênçãos a cada um desses nossos irmãos e sobre nós mesmos.

Feliz Natal a todos!!

21 de dezembro de 2008

Pés com Pés


Estou com saudade de dormir pés com pés.

Sabe...houve uma época que eu achei que não conseguiria dormir com alguém ao meu lado, na mesma cama. Dividir a cama, os travesseiros, o lençol? Não...não vai rolar!

Eis que, surge do nada e de repente, o meu Amor. Ah...coisa mais gostosa de se ter, se sentir e conversar por horas antes de dormir. E dormir junto, abraçadinho. Durante o sono, às vezes, cada um vira para um lado. Mas os pés se procuram para ficarem juntos. E eu sempre falo para ele: "pés com pés". E assim a gente dorme. E assim a gente acorda.

E eu aprendi e me acostumei a dividir a cama, os travesseiros, o lençol. Dormir sozinha ficou complicado. Sinto falta da conversa antes de dormir, dos pés juntos, do calor do outro. A cama fica enorme quando ele não está. Viro para um lado, viro para o outro e nada de conseguir dormir. Aí me dou conta...

...estou sentindo falta dos pés dele nos meus pés.

20 de dezembro de 2008

Dia gostoso

Ontem , 19/12, foi um desses dias especiais, iluminados!

Várias coisas legais aconteceram:

- a notícia de que uma pessoa muito querida, que tinha acabado de fazer um cateterismo, saiu super bem do hospital e mais: completou 74 anos!!! Super!!;
- almoço com amigas num restaurante japonês que eu adoro. Fazia tempo que não nos encontrávamos e, confesso, estava com muita saudade desse bate-papo informal e sem compromisso. Risadas não faltaram!!!;
- continuamos o papo numa loja de chocolates d-i-v-i-n-a, regado com café;
- fui ao shopping, bater perna, comprar presentinhos para o Natal. Peguei minha filha, que está trabalhando por lá, e fomos até Valinhos;
- chegando em Valinhos City fomos até o Centro que freqüentamos para a palestra que encerrou nossas atividades por lá. Bom... palestrante show, um jovem que fez mestrado na Unicamp falando sobre Educação e Pedagogia Espírita. Amei!!! Me deu até vontade de lecionar, uma vez que sou formada para tal;
- reformaram o piano do Centro e tivemos um show à parte! Bom, nessa altura eu já estava procurando meus lencinhos de papel, pois me emocionei. Eu e o Amor já tínhamos comentado em reformar aquele piano;
- depois os votos de final de ano. Já estou com saudade das pessoas e do meu trabalho por lá.

Voltei para casa e fui dormir com uma sensação muito gostosa, cheia de ares novos nos pulmões.

Feliz da vida...

18 de dezembro de 2008

O que faz você feliz?


Essa música está na minha cabeça já faz alguns dias. Talvez por causa do comercial na TV e nas revistas ou simplesmente porque tenho me feito essa pergunta diariamente.

O que me faz feliz?

O que preciso fazer para conseguir o que me faz feliz? Coincidentemente (ou não!), aos poucos vai ficando claro o que preciso fazer, as atitudes que preciso tomar. Aos poucos surgem idéias, pessoas, conversas, leituras que me dão um certo ânimo. E aos poucos, o medo vai embora e eu vou me fortalecendo. E já consigo sentir um pouquinho a sensação que eu tinha quando era adolescente, quando as idéias eram frescas e a vontade também.

Tudo bem, houve um desvio, e agora é hora de retomar! Aliás, passou da hora...

O que faz você feliz?
O que faz você feliz?
O que faz você...

A lua, a praia
O mar, uma rua

Um doce, uma dança

Paixão, dormir cedo

Comer chocolate

Passear na cidade

O carro, o aumento

a casa, o trabalho

Arroz com feijão

Matar a saudade

Goiabada com queijo

Um amor, um desejo.

Um beijo na boca,

um dia de sol,

viver um romance,

jogar futebol


O que faz você feliz?
(Seu Jorge)

Olhar para o próprio umbigo

A expressão "olhar para o próprio umbigo" pode soar mal quando a gente não se importa com quem está ao nosso lado e leva a vida como se o mundo girasse ao nosso redor.

Mas esse vídeo é muito legal e dá uma outra cara para a mesma expressão.



Com carinho...

16 de dezembro de 2008

Emocionante!

Chorei como criança.
Tudo bem, estou descompensada nesses últimos dias de 2008.

Discurso proferido por Steve Jobs, CEO da Pixar e da Apple, para os formandos da faculdade de Stanford, na Califórnia, no ano de 2005.

10 de dezembro de 2008

Mexeu


Li e ainda não sei se gostei e se aceito. Acredito que devemos perdoar sempre pois somos seres imperfeitos e em vários graus de evolução, portando não dá para ser perfeito. Mas mexeu com meus pensamentos.

SOBRE O PERDÃO: Não sei se se deva perdoar sempre. Como perdoar o torturador? Como perdoar o adulto que espanca uma criança? Como perdoar a inquisição, os campos de concetração, a bomba atômica, os homens públicos que se enriquecem às custas do dinheiro do povo que sofre e morre? Quem perdoa tudo é porque não se importa com nada. (Rubem Alves, Quarto de Badulaques XVIII)

Como sempre digo: essa história de ler, estudar, conhecer, pensar e não me contentar com o que está aí...ai!!, ainda vai me levar longe.

9 de dezembro de 2008

Então é Natal!!!


Então é Natal...Simplesmente ADORO essa época do ano!!

Adoro enfeitar minha casa, que já está iluminada desde o mês passado. Meu filho caçula me ajuda a decorar a casa. Montamos e enfeitamos a árvore, colocamos os bonecos natalinos espalhados pela casa e o enfeite da porta com os sininhos.
A cidade fica linda: toda iluminada. E com as noites de verão já acontecendo, fica uma delícia passear à noite pelas ruas e praças e admirar a decoração.
As pessoas ficam mais generosas nessa época. São várias campanhas, doações e bazares beneficentes.
Começam os preparativos para a ceia de Natal: onde será, cardápio, convidados. Aliás, aqui em casa já tiramos o amigo secreto em outubro quando tivemos a nossa última reunião familiar.
Na minha opinião o espírito de Natal deveria ser eterno: muita luz, alegria e generosidade. Todo dia deveria ser assim.
Mas algo me incomoda nessa época: lojas e shoppings lotados e, conseqüentemente, o consumo desenfreado.
Crise? Que crise? Bastou sair a primeira parcela do 13° salário e se tornou insupotável sair nas ruas.
E qual é o verdadeiro significado do Natal afinal? Dia 25 de dezembro se comemora o nascimento de Jesus, nosso irmão. O que deve prevalecer é a união, a paz, a amizade, o amor e o respeito pelo nosso próximo e por nós mesmos. São esses sentimentos que devemos celebrar com nossas orações e atitudes. E tudo isso precisa ser eterno junto com as luzes, a alegria e a generosidade do Natal.

Com carinho...

5 de dezembro de 2008

Hoje é dia Internacional Do Voluntário


Hoje é o Dia Internacional do Voluntário, os anjos enviados à Terra para ajudar o próximo.

"O voluntário é o jovem ou o adulto que, devido a seu interesse pessoal e ao seu espírito cívico, dedica parte do seu tempo, sem remuneração alguma, a diversas formas de atividades, organizadas ou não, de bem estar social, ou outros campos..."

Tenho muito que agradecer à Deus a oportunidade de fazer parte desse time e ao meu namorado que me levou para esse caminho tão vicioso. Vício bom ? Sempre saio desse trabalho com a certeza de que eu aprendo e ganho muito mais do que as pessoas que ajudo.

Algumas referências bem legais:

www.portaldovoluntario.org.br
www.voluntarios.com.br
www.voluntariado.org.br
www.facaparte.org.br
www.projetogenerosidade.com.br

2 de dezembro de 2008

E eu? E você?

Video Produzido por Will.I.Am do Black Eyed Peas, baseado no discurso "YES WE CAN" de Barack Obama, proferido dia 26/01/2008 na Carolina do Sul.


Quanto vale esse profissional?


Qualificações:

- Profissional de vendas atuando em uma região abrangendo 40 cidades tendo como principal função vender. Mas desenvolve também outras diversas funções como: agendamento de clientes, pós-venda, faturamento, produção, financeiro, logística, assistência técnica, traslados, envio de relatórios diários alguns com datas fixas outros aparecendo a qualquer momento;

- Administração do lar: contas a pagar, manter a casa em ordem, compras, elaboração e execução de cardápio para diversas ocasiões;

- Responsabilidades maternais: cuidar dos estudos e atividades extra-curriculares, criar seres saudáveis, felizes, responsáveis por seus atos e por um mundo melhor, ensinar a superar obstáculos;

- Gerenciamento de pessoas: a si própria, filhos, namorado, família, famílias agregadas, amigos, relacionamento interpessoal diário, administração de stress em fase de expansão acelerada;

- Busca de crescimento profissional: projeto de ampliação dos horizontes com cursos extras e novos contatos no mercado de trabalho buscando a excelência e o prazer em trabalhar;

- Solidariedade: planejamento e atuação em trabalho voluntário, projeto para ampliar o campo de atuação buscando novas entidades;

- Manutenção de um site (blog) para desenvolvimento da escrita e raciocínio e por pura diversão.

Mão de obra qualificada contando apenas com a ajuda de uma psicóloga 1 vez por semana e recebendo um pequeno salário da empresa acima citada na 1ª qualificação. As demais capacidades são desenvolvidas por prazer ou simplesmente por necessidade.

QUANTO VALE ESSE PROFISSIONAL???

29 de novembro de 2008

Para pensar - 3

Programação

De trabalho no presente;
De serviço aos semelhantes;
De confiança no futuro;
De pensamento no Bem;
Da fidelidade ao dever;
Do cultivo da amizade;
Do exercício de paciência;
Da prática da bondade;
Do culto da gratidão;
Do devotamento ao estudo;
Deus Todo-Sábio nos ajude a lembrar

De provações passadas;
De lágrimas vencidas;
Da tendência ao desânimo;
Do amigo que desertou;
Do adversário gratuito;
Do problema superado;
Da injúria sofrida;
Do encontro infeliz;
Da indução à censura;
Do verbo inútil;
Do tempo vago;
Deus Todo-Misericordioso nos ajude a esquecer.

(André Luiz/Chico Xavier - "Respostas da Vida" - capítulo 5)

Tentantivas

Tentativas na esperança de viver melhor e fazer um mundo melhor ao meu redor:

- Tentando sorrir em meio ao caos;
- Precisando trocar a roupa que não me serve mais pois está pequena e me deixando claustrofóbica;
- Deixar o que passou lá atrás...bem lá atrás porque hoje eu já não sou a mesma pessoa de ontem;
- Aproveitar o final do ano, quando as idéias de renovação estão borbulhando, e trocar o carro, a casa, o trabalho, a vida;
- Dar um tempo nos pensamentos; pensar demais às vezes atrapalha, cansa e muitas vezes não nos leva à lugar nenhum (parafraseando minha amiga Mirella);
- Fazer cara de paisagem e não ligar a mínima, ou exercitar meu lado Madre Tereza e perdoar, quando falam e fazem um monte de asneiras e eu me chateio;
- Assumir, de uma vez por todas, o meu lado frágil pois a Mulher-Maravilha só não se quebra ao meio nos filmes;
- Chorar e dormir quando tiver vontade ou se fizer necessário.

Tentativas.

25 de novembro de 2008

História da Águia


O texto abaixo foi dado aos pais hoje na última reunião da escola do meu filho caçula.

História da Águia
A águia empurra gentilmente seus filhotes para a beirada do ninho. Seu coração maternal se acelera com as emoções conflitantes, ao mesmo tempo em que ela sente a resistência dos filhotes aos seus persistentes cutucões:
"Porquê a emoção de voar tem que começar com o medo de cair?", ela pensou. Esta questão secular ainda não estava respondida para ela...
Como manda a tradição da espécie, o ninho estava localizado bem no alto de um pico rochoso; abaixo dele, apenas o abismo e o ar para sustentar as asas dos filhotes.
"E se justamente agora isto não funcionar?", ela pensou.
Apesar do medo, a águia sabia que aquele era o momento. Sua missão maternal estava prestes a se completar. Restava ainda uma tarefa final...o empurrão.
A águia tomou-se da coragem que vinha de sua sabedoria interior. Enquanto os filhotes não descobrirem suas asas, não haverá propósito para a sua vida. Enquanto não aprenderem a voar, não compreenderão o privilégio que é nascer uma águia. O empurrão era o maior presente que ela poderia oferecer-lhes. Era seu supremo ato de amor. E então, um a um, ela os precipitou para o abismo...e eles voaram!!!
(Extraído do livro "Qualidade começa em mim" - Dr. Tom Chung)

Lindo...

E eu pergunto:
"Porquê a emoção de voar tem que começar com o medo de cair?"
Porquê a emoção de amar tem que começar com o medo de doer?
Porquê a emoção de tentar tem que começar com o medo de fracassar?

Porquês?


20 de novembro de 2008

Feriado? Onde?


Quem disse que eu consegui não trabalhar no feriado?? Meu telefone tocou às 8:21h e não parou mais...

Brasil, meu Brasil brasileiro...vamos organizar essa zona? Ou se faz um feriado onde todas as cidades aderem ou não se faz feriado algum.

Vamos lá!!! O dever me chama.

19 de novembro de 2008

Freud


Quarta-feira é dia de terapia. E hoje foi dia de terapia intensiva.
Falei para minha psicóloga que Freud deve estar revirando no túmulo por ter perdido uma paciente tão rica como eu. Rica em neuroses, claro. Rimos muito, eu e ela. E mesmo sendo dolorida como foi no dia de hoje eu ainda acredito muito na terapia pois é uma super ferramenta de auto-conhecimento. Como as coisas ficam mais claras, mas não mais fáceis de entender e aceitar, quando se percebe o porquê de nossas ações!!!
Como a possibilidade de nascer de novo para consertar algumas coisas não vai rolar, então o melhor é relaxar...e experimentar... e viver...e acertar...e errar...e aprender com os erros...
Não tem jeito...

Quarta-feira com sabor de delícia. Fui comprar os presentes da minha criança adotada para o Natal. Me esbaldei!!! Comprei como se fosse para meu filho. Cheguei até a me emocionar só de imaginar o rosto dele.

Amanhã é feriado, dia de acordar mais tarde e não ter hora para fazer nada. Aí vai ser quinta-feira com sabor de delícia. Por que a sexta-feira vai passar voando. Depois vem o tão abençoado final de semana.

Que delícia!!!

17 de novembro de 2008

Para pensar - 2

"Você jamais chegará aos cristais sem passar pelo barro."
(Gilberto Freire)

Assim eu espero...

7 de novembro de 2008

Cansei!!!

Estou extremamente injuriada com a vida hoje. Hoje não tem essa história de aceitar a vida como ela é. Porque hoje eu não aceito e pronto!

O dia ontem foi lastimável. Tomo um susto logo pela manhã na estrada, pneus implorando suas trocas. Depois recebo o telefonema do meu chefe me passando um "pito", só para variar. Em seguida fazer e montar um sem número de orçamentos para clientes e enviá-los. Enquanto isso, pesquisava sobre pneus: modelos, marcas, preços, enfim...tudo o que diz respeito a troca de pneus.
Como ontem meu namorado se encontrava ausente pensei em fazer algo diferente: ir na Saraiva ler um livro que estou namorando, caminhar na Lagoa (choveu alucinadamente!), alugar um filme bem dramático para chorar até secar. Acabei não fazendo nada disso. O que fiz? Fui atrás de pneus às 19h em plena 5ªfeira. Cheguei em casa às 21h ainda com um relatório a fazer e enviar para a empresa. Pensei: "ainda consigo assistir a Grande Família com pipoca e, quem sabe, rir um pouco". Mas eu estava tão cansada ou de saco cheio que nem consegui rir.
Fui dormir. Mas não consegui, acordei várias vezes durante a noite. Pensei em levantar e escrever de madrugada. Mas resolvi insistir. Acho que me incomodei um pouco com o fato de dormir sozinha especialmente nessa noite que precisava de colo. Resumindo: uma m.... geral.

Cansei!!! Cansei de ter que ser super: super mãe, super profissional, super mulher, super homem (sim, pois tenho que entender do universo masculino e falar com homens como se fosse um deles: 4 Rodas, mecânico, pneu para estrada, cidade, chuva, peso...ahhhhhhh), super ser-humano, super amiga, super compreensiva, super legal, e ainda ter que sorrir.
À P.Q.P. tudo isso!!!!! Não estou a fim de ser legal e simpática.

Hoje acordo cedo com um super sono o qual vou arrastar até conseguir dormir um pouco. Retomo o assunto dos pneus. Recebo um e-mail do chefe com outro "pito". Mais orçamentos para fazer, e-mails para responder, relatórios sem fim. Às vezes penso que meu trabalho se resume à insignificância de fazer e enviar relatórios todos os dias. E aumenta minha vontade enorme de mandar a p.... toda para a casa do c.... e sumir!!

Imploro o fim do dia para iniciar o final de semana. Doce ilusão, pois tudo fica em standby...
E o final de semana promete ser divertido (pelo menos isso!!!): tem trabalho voluntário, perspectiva de passeios e o show da Bebel Gilberto.
E aí, mais uma vez, eu imploro que esses momentos se congelem e eu não tenha que retomar tudo de novo na 2ª feira...

6 de novembro de 2008

Conhecimento x Sabedoria

Recebi um e-mail de uma amiga com anexo de uma apresentação de Power Point qualquer. Mas o que me chamou a atenção foi uma frase no corpo do e-mail. Dizia o seguinte:

"Não confunda jamais conhecimento com sabedoria. Um o ajuda a ganhar a vida; o outro a contruir uma vida." (autor deconhecido)

Então, pensando cá com meus botões, o grande barato é mesmo distinguir os dois e trabalhar arduamente para possuir os dois.

4 de novembro de 2008

Mensagem dos Astros


Início de Novembro indica final de ano chegando. Natal, pedidos e promessas para o Ano Novo e o balanço do Ano que chega ao fim. E me fica a sensação de que sai ano, entra ano as coisas são exatamente iguais. Quem precisa mudar sou eu!

Abro meu horóscopo hoje e a mensagem pula na frente dos meus olhos, quase berrando:


"O novo pede passagem e você pode neste momento dar os passos necessários e sair de um lugar indefinido e incerto que a vida colocou você durante este ano. Dê o passo necessário sem medo de errar, pois esse medo faz com que você paralise e não tome nenhuma atitude. O momento pede ação."


Aja Ana Paula, aja...

30 de outubro de 2008

Livros e música: tudo a ver!

Ontem, dia 29/10, foi o Dia Nacional do Livro. Alguém lembrou?
Pois é...quem me lembrou foi a escola do meu filho caçula que aproveitou a data e fez uma feira de livros na própria escola para que os pais visitassem com seus filhos e assim, promover o incentivo à leitura. Passamos um tempinho bom por ali eu, ele e alguns amiguinhos.
Adoro ir em livrarias com o Gabriel e leio para ele desde que era pequenino. Fico muito feliz em perceber que ele se entusiasma tanto em livrarias quanto em lojas de brinquedos. Minha filha mais velha também adora leitura. E eu tenho verdadeira paixão: adoraria viver numa livraria!
.
.

E hoje tive a oportunidade de assistir a um show do Lenine.
Ahhhh... que delícia de show!! Galpão Sesc, sem lotação e sem muito calor. Melodias e letras lindas. Músicos show! Amei!!
E gosto muito mais dele agora!

E vai uma letra sábia:

Do It
(Lenine e Ivan Santos)
Tá cansada, senta
Se acredita, tenta
Se tá frio, esquenta
Se tá fora, entra
Se pediu, agüenta

Se sujou, cai fora
Se da pé, namora
Tá doendo, chora
Tá caindo, escora
Não tá bom, melhora

Se aperta, grite
Se tá chato, agite
Se não tem, credite
Se foi falta, apite
Se não é, imite

Se é do mato, amanse
Trabalhou, descanse
Se tem festa, dance
Se tá longe, alcance
Use sua chance

Se tá puto, quebre
Tá feliz, requebre
Se venceu, celebre
Se tá velho, alquebre
Corra atrás da lebre

Se perdeu, procure
Se é seu, segure
Se tá mal, se cure
Se é verdade, jure
Quer saber, apure

Se sobrou, congele
Se não vai, cancele
Se é inocente, apele
Escravo, se rebele
Nunca se atropele

Se escreveu, remeta
Engrossou, se meta
Quer dever, prometa
Prá moldar, derreta
E não se submeta

27 de outubro de 2008

Melhorias necessárias para melhor atendê-los

Ordem do dia: MOVIMENTO!!!

- Cancelar conta Orkut (alívio!!);
- Retomar caminhadas na Lagoa ou no Cambuí ou ainda em Valinhos (delícia!!);
- Ir atrás de crescimento profissional (necessário!!);
- Desenvolver mais a minha espiritualidade, estudar mais (dever!!)
- Transformar minha vida em oração, ou seja, viver a minha vida como agradecimento diário (sábio sr. Luis!!!);
- Amar mais: a mim mesma, meus filhos, meu amor, minha família, meus amigos, aos seres humanos que passarem pelo meu caminho (felicidade!!)

Aponta para a fé e rema... É para lá que eu vou!

26 de outubro de 2008

Para pensar - 1

"É o fraco que é cruel. A gentileza só pode vir do forte." (Leo Rosten)

Boa...

25 de outubro de 2008

Alegria, Paciência e Perseverança


Ontem, depois que eu saí de uma palestra no Centro, o meu coração estava muito mais tranqüilo.

E percebi que as minhas angústias são sem motivo algum(!!) e que preciso parar de lamentar a minha sorte e trabalhar pela minha felicidade aqui e agora. E esquecer, definitivamente, que a felicidade não é desse mundo. A felicidade se faz aqui sim!! Pois tenho muito mais o que agradecer do que pedir.

E ficou a lição: "Sejam alegres na esperança, pacientes na tribulação e perseverantes na oração." (Romanos, 12:12)

Como é bom, de vez em quando (ou sempre!), ouvir algumas verdades e vestir a carapuça.

É isso aí: ouvindo e aprendendo, pondo em prática e crescendo.

24 de outubro de 2008

Oba!!!


Amanhã tem trabalho voluntário no Foco de Luz. Que saudade das minhas crianças!!!

Tema: Livre-Arbítrio.

Boa escolha. Para eles e para mim!


O dia de amanhã trará os resultados do dia de hoje. As existências futuras lhe devolverão a herança que hoje lhes entrega.
É assim que vamos contruindo a nossa felicidade ou a nossa desdita de acordo com a nossa livre escolha, com o nosso livre-arbítrio.


Pensemos nisso!

Que saudade!!


Ahhh, que saudade de escrever aqui!!!

Ando tão relaxada com esse blog...aiai...

E eu que pensei que ia ser meu diário. Quanta ilusão...nem quando eu era adolescente eu escrevia diário, enquanto todas as meninas tinham o seu. Sempre achei um porre parar todas as noites e escrever sobre o meu dia. Tenha dó né?

Mas agora estou sentindo necessidade de escrever as minhas alegrias, tristezas, angústias (o meu coração está especialmente apertado hoje!!!).

E agora não pode ser. Volto mais tarde. Mas volto...

P.S. E estou voltando com nome de blog alterado, configurações alteradas, mente alterada, etc...
Pois é...é assim que é e sou.

3 de setembro de 2008

Decisão


DECISÃO segundo o dicionário Michaelis:

1. Ação ou efeito de decidir ou decidir-se; determinação, resolução. 2. Coragem, intrepidez. 3. Resolução ou sentença após discussão ou exame prévio. Antôn (acepções 1 e 2): indecisão.

Eu realmente só posso agradecer a Deus as oportunidades que eu tenho nessa vida. Sempre foi assim: quando tudo parece perdido, confuso aparece alguém com palavras que me fazem repensar minhas atitudes ou me chega às mãos por acaso (acaso?) um texto que me faz refletir exatamente sobre o momento presente. Pois bem...

E mais uma vez a vida me mostra que tudo é uma questão de DECISÃO!

Ser FELIZ é uma decisão, não uma consequência;
AMAR é uma decisão, não um acaso;
Ser EDUCADO é uma decisão não somente educação;
Ter PACIÊNCIA é uma decisão, não algo nato;
CALAR no momento da raiva é uma decisão, bem inteligente por sinal!;
PERDOAR as minhas imperfeições e a dos outros é uma das decisões mais saudáveis possíveis.

Como tudo fica mais fácil quando a gente se dá conta que os sentimentos são controláveis e administráveis!!! Descobrir que os problemas têm solução é quase o Éden!!

Claro que o treinamento para adquirir essa postura é intenso e constante. E que algumas situações e sentimentos vão me fazer chorar e sentir raiva, afinal sou humana. Mas a decisão sobre o que fazer sobre esse sentimento é o que vai valer no final. Sabe aquele ditado "Se a vida te deu limão, junte açúcar e faça uma limonada.?" É bem isso mesmo...

Por que no final tudo acaba dando certo!

29 de agosto de 2008

A Paz começa em casa



Não simpatizo muito com a prática de copiar textos para postar. Criei o blog para expressar os meus sentimentos e minha visão sobre o mundo, portanto idéias minhas, próprias.
Mas nesse caso o texto faz por merecer. Afinal, a internet é um meio de comunicação e tudo o que é bom merece estar presente.

Vamos lá...


10 Mandamentos para a Paz na Família


1.
Tenha fé e viva a Palavra de Deus, amando o próximo como a si mesmo;

2. Ame-se. Confie em si mesmo, em sua família e ajude a criar um ambiente de amor e paz ao seu redor;

3. Reserve momentos para brincar e se divertir com sua família, pois a criança aprende brincando e a diversão aproxima as pessoas;

4. Eduque o seu o filho através da conversa, do carinho e do apoio e tome cuidado: quem bate para ensinar está ensinando a bater;

5. Participe com sua família da vida da comunidade, evitando as más companhias e diversões que incentivam a violência;

6. Procure resolver os problemas com calma e aprenda com as situações difíceis, buscando em tudo o seu lado positivo.

7. Partilhe os seus sentimentos
com sinceridade, dizendo o que você pensa e ouvindo o que os outros têm a dizer;

8. Respeite as pessoas que pensam diferente de você, pois as diferenças são uma verdadeira riqueza para cada um e para o grupo;

9. Dê bons exemplos, pois a melhor palavra é o nosso jeito de ser;

10. Peça desculpas quando ofender alguém e perdoe de coração quando se sentir ofendido, pois o perdão é o maior gesto de amor que podemos demonstrar.

Fonte: (Pastoral da Criança - CNBB)

Vamos iniciar a prática e ver a mudança acontecer!

24 de agosto de 2008

Alimentação saudável: eu sou o que eu como.



Eu acho super engraçada a reação das pessoas quando digo que sou vegetariana. Sempre me perguntam: "se não come carne, o que você come então?" "Como assim, o que eu como?", eu respondo à pergunta. Penso que a minha indignação é maior...

Tudo começou quando eu descobri que a causa das minhas terríveis dores de cabeça eram resultado da minha ingestão de carne. E acabei descobrindo por acaso. Juntamente com a decisão de não comer mais nenhum tipo de carne, decidi também parar de fumar e de beber bebidas alcoólicas. Posso dizer sem medo que foi uma das melhores coisas que eu fiz por mim e minha família!

No começo, a adaptação. A gente começa a separar os restaurantes e a compra no supermercado passa por uma mudança. As receitas guardadas por anos são substituídas por outras novas. Os sabores vão mudando. Afinal, é preciso descobrir todas as opções de combinação de verduras, legumes, grãos, temperos. Hummm...que descoberta deliciosa!!! Já repararam na quantidade de cores dos alimentos? Tons de amarelos, vermelhos, verdes, roxos, liláses, marrons...um verdadeiro arco-íris. Imagine o que essas cores e sabores fazem dentro do seu organismo.

Depois vem a mudança do corpo. A digestão é muito mais rápida; a pele, os cabelos ficam mais gostosos ao toque, a transpiração também muda. E, no meu caso, consegui manter o peso sem o eterno efeito sanfona.

Hoje, depois de 2 anos e meio, está bem mais fácil e natural. Freqüento qualquer restaurante, churrasco com amigos sem medo de ser feliz pois existem várias opções de alimentos sem carne. Os meus filhos, aos poucos, sem imposição nenhuma da minha parte estão preferindo os alimentos mais saudáveis.

Eu adquiri a consciência de que devo tratar bem o meu corpo com uma alimentação saudável, muita água e exercícios. Bom...no que diz respeito aos exercícios eu preciso me disciplinar mais, ando um tanto preguiçosa...Mas eu chego lá!

Sem nenhuma apologia ao vegetarianismo: cada um deve encontrar o seu equilíbrio. Penso que o equilíbrio é que precisa estar presente em todos os setores de nossa vida.

Bom apetite!

22 de agosto de 2008

Meio ambiente: usando sacolas retornáveis.



Eu preciso descrever a emoção que senti na primeira vez que usei uma sacola retornável: saí do supermercado parecendo uma criança saindo de uma loja de brinquedos com vários presentes!!!

Fazia um tempão que eu arrastava a idéia de comprar algumas dessas sacolas. Até que chegou o dia em que eu adquiri uma e saí às compras. Foi emocionante!!! Hoje não consigo mais sair de casa sem minhas próprias sacolas.


Em muitos países desenvolvidos o uso de sacolas plásticas já é proibido pois esse material está entre um dos maiores problemas ambientais já que demora mais de 100 anos para se decompor causando muitos danos ao meio ambiente.


Dá para imaginar a quantidade de sacolas plásticas que saem de um único supermercado em apenas um dia? E depois, para onde vão? Para um aterro sanitário causando intoxicação em animais, poluindo rios e causando enchentes. Sem contar oas sacolas que ficam nas ruas entupindo os bueiros.


Precisamos das sacolas plásticas para armazenar o lixo. Mas na maioria das vezes a quantidade de sacola é muito maior que o lixo. A idéia é reduzir o seu uso, racionalizar.


Então vamos fazer a nossa parte! É muito simples: basta adquirir alguns exemplares. Algumas sacolas são muito baratas, resistentes e lindas!! Depois é só se disciplinar para não esquecer de levar a sacola para as compras.


Alguns lugares para adquirir:

- Grupo Pão de Açucar;

- Grupo OBA Hortifrutigrangeiros;

- Casa Hope Apoio à Criança com Câncer (além de ajudar o planeta ainda ajuda as crianças!!!) www.hope.org.br

- www.sacolaretornavel.com


Depois é só levar o mercado, feira, farmácia, shopping, etc...

Ainda há tempo!!

"É tão estranho", ela diz. "Passei a vida inteira batendo ponto, com horário pra tudo. Quando me aposentei, arranquei o relógio do pulso e joguei fora. Finalmente eu seria livre. Aí apareceu essa doença. Quando tive tempo, descobri que meu tempo tinha acabado." (Frase de Ailce de Oliveira Souza que morreu de câncer em 18/07/2008. Matéria da revista Época, n°535, 18/08/2008.)

Abro a revista Época dessa semana e dou de cara com um especial sobre Saúde e Bem-Estar: Morte. Entre tantas matérias relacionadas, a frase acima me chamou muito a atenção. Não somente pela constatação do fato chamado Morte mas por perceber que, coincidentemente, esse assunto vem me rondando como em tom de alerta: "Viva a vida da maneira mais leve, mais amorosa, mais saudável, mais rodeada das pessoas que ama. Não permita que o corre-corre diário tire sua paz, sua beleza, sua alegria, o seu amor pela vida!!!"

Imediatamente eu parei para recordar as palavras da palestrante no Centro na 6ªfeira que citou o Amor Incondicional como ponte para nos levar à verdadeira felicidade. Me recordei também de uma matéria que li num encarte no jornal de domingo onde uma pesicoterapeuta escreve que quando as pessoas estão em seu leito de morte ou já em idade avançada o que eles querem de verdade é somente fazer o tempo voltar para poder ficar perto das pessoas que amam.

E parei para pensar: "O que é que estamos fazendo com nossas vidas?" Ou melhor: "O que é que EU estou fazendo com a minha vida e com a vida das pessoas que me cercam?" Será que eu estou dando o melhor que posso? Será que tenho tratado as pessoas com amor, com paciência, com carinho para que possamos ter uma vida harmoniosa? E por mim e pela minha vida o que eu tenho feito? Tenho me perdoado quando erro? Tenho me alimentado de maneira correta para que meu corpo físico seja o mais saudável possível? Tenho praticado, ou pelo menos tentado com vontade, fazer o bem sem olhar a quem?

Respiro profundamente e percebo que não houve coincidência nenhuma nas informações que recebi e citei acima. É um alerta sim!!! Alerta para que eu tenha mais paciência e não seja tão ansiosa. Alerta para que eu aceite os fatos que ocorrem em minha vida sem ficar angustiada. Alerta para eu perceber se tenho feito o que realmente gosto. Vira e mexe me pego correndo, com horários apertados, prazos a cumprir, a eterna mania de querer abraçar o mundo com apenas dois braços, noites mal dormidas...Ufa!!! Tudo isso gerando stress e angústia! "Prá que tudo isso", eu me pergunto. "Por quê???"

Respiro mais uma vez profundamente...pego o meu som, coloco um CD com músicas apropriadas para meditação e me posiciono em meu E.V.A. Faço longas respirações até entrar em Swádhyáya, o auto-estudo. A música fica longe e agora ouço o meu corpo. "Legal", pensei com um sorriso no rosto, "meu coração está batendo direitinho! Ainda há tempo!!"

"Ah, Deus, chegar às portas da morte só para ver que nunca se viveu". (Thoreau, filósofo).

Definitivamente eu não quero isso para mim.

Está na hora de buscar o meu ponto de equilíbrio e descobrir o que realmente me dá prazer em estar viva!

A idéia.



Já faz um bom tempo que tenho vontade de escrever o que se passa pela minha cabeça. Sempre pensei muito e houve um tempo em que esses pensamentos foram desconexos.

Com o início da terapia há 4 anos, as idéias começaram a se conectar e fazer sentido. Em seguida iniciei a prática de Yôga onde, por mais que eu estivesse rodeada de pessoas, o olhar era para dentro de mim mesma na busca das respostas. Junto com as práticas veio a amizade com pessoas incríveis, em especial duas mulheres fantásticas, que estimularam mais ainda essas conexões pois tínhamos as mesmas angústias, tínhamos passados pelas mesmas decepções, algumas alegrias, portanto, o sentimento e as idéias eram os mesmos.

Nessa época a terapia era em grupo de amigos e a filosofia rolava solta em conversas sem hora para acabar. E chegamos a várias conclusões sobre o ser-humano, o sentir, o viver, o amar e o suportar. E é claro que surgiu a idéia de colocar no papel todas as nossas descobertas e transformá-lo num best-seller! Afinal, poderíamos auxiliar outras pessoas que estivessem precisando de ajuda e que, como nós, estavam em busca de respostas.

Enfim...agora decidi iniciar a escrita pois, penso demais em silêncio, falo demais em conversas sem hora para acabar.

Mãos à obra!!